"Miscigenação também é genocídio"

January 4, 2018

 

Esses dias conversando com meus amigos Lazzo Matumbi e com o norte americano Jean Francis ( Filho de pais do Senegal e Cabo verde) ambos cantores e afrodescendentes, me peguei pensando e revendo meus conceitos sobre a tão decantada "democracia racial" brasileira.

 

Eu sempre fui um simpatizante do conceito de democracia racial que é propagado em relação ao convívio social dos diferentes grupos étnicos brasileiros (sempre fui avesso a usar o termo raça em se tratando de seres humanos, pois isso sempre me pareceu inadequado para se referir a seres humanos). Sou também um simpatizante da miscigenação, pois ao meu ver ela torna forte o nosso povo. Os efeitos benéficos da miscigenação também podem ser observados em animais e plantas, como por exemplo um cão dito "vira lata",  que em muitas vezes tem um organismo e uma inteligência muito mais fortes e resistentes que os ditos cães de "raça pura" e outros híbridos da natureza que foram criados e se mostraram também muito mais fortes e resistentes do que suas matrizes puras.

 

Após dito isso, o que me levou a rever meus conceitos foi justamente um post na internet onde um escritor denunciava um grupo por ter saído as ruas com uma faixa onde estava escrito "Miscigenação também é genocídio".Bom, essas palavras colocadas dessa forma, a princípio, me pareceram extremamente fora de contexto e inclusive entrei numa discussão no facebook criticando essa atitude e a tal faixa. Mas depois de trocar idéias com meus referidos amigos e com outros mais, tive que refletir bastante acerca do mito da democracia racial brasileira. Um mito que foi criado em cima do fato genético e real, que é a miscigenação do povo brasileiro. Pois bem esse mito maravilhoso é um ideal que infelizmente, apesar de ter sido realizado geneticamente, ainda não foi realizado na forma de direito pela sociedade brasileira. O que acontece no nosso país é que o tão propalado mito da democracia racial tem atrasado bastante a discussão da desigualdade e do preconceito  que sofrem os afrodescendentes no nosso país. Me explico, o Brasil é o país que mais recebeu escravos vindos da África no mundo, foram 4 milhões de seres humanos que vieram para cá na condição de mercadoria (10 vezes mais do que para os EUA, por exemplo). Isso, num país mal administrado (como sempre foi)  resultou numa sociedade extremamente desigual com bastante prejuízo, obviamente, para o grupo majoritário de afrodescendentes, que mesmo após a abolição da escravidão têm que lidar até hoje com inúmeros problemas econômicos e sociais.

 

No Brasil, infelizmente ainda, quanto mais escura a coloração da pele mais as pessoas são discriminadas e sofrem preconceito. Portanto, estamos ainda muito distantes da realização de uma democracia racial de direito no país. Precisamos reparar e corrigir essa enorme desigualdade que existe na nossa sociedade e essa grande dívida histórica que nos legou o passado escravocrata brasileiro. Só com uma política séria de reparação e educação, vamos poder começar a caminhar rumo a realização de uma democracia racial no Brasil. 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now